Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2014

A Tese do Determinismo Biológico da Mente

A sequência de proposições a seguir diz respeito a algo muito importante que a vertente neurocientífica em voga vem elucidando. Simpatizantes deste debate e estudiosos da academia já conhecem essas proposições em suas múltiplas formas. Contudo, mesmo pessoas leigas se interessariam, pois revela coisas de uma magnitude metafísica assustadora:
1. O universo é regido, em última instância suficiente*, por leis físico-químicas. 2. O nosso organismo é parte obrigatória do universo, constituindo um avançado complexo molecular. 3. Nossos pensamentos ou, mais especificamente, nossas funções mentais, são implicações orgânicas, que são em última instância moléculas e submoléculas, portanto são regidos por leis físico-químicas. 4. As leis físico-químicas são de caráter necessário, isto é, leis imutáveis e potencialmente previsíveis, que obedecem a variáveis pré-determinadas. 5. Logo, nossas funções mentais, incluindo até mesmo nossa consciência moral, são determinadas, ou seja, não podiam ser de outra…