Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

A Negatividade do Amor e a sua Insuficiência Ontológica.

(Para os leitores mais familiarizados com a temática dos primeiros parágrafos: o que consta a seguir não fará apelo ao eliminativismo fisicalista. Muito pelo contrário, acredito que podemos questionar o arcabouço conceitual do senso comum para a vida psíquica sem termos de, sequer, consultar um neurocientista. Eu aposto em metodologias como afenomenologia objetivade Thomas Nagel[1])

A maioria das pessoas nunca ouviram falar o que seria umapsicologia de senso comum. Trata-se de um conjunto de crenças sobre a mente que funciona como uma teoria, mas que, todavia, não é tomada como tal. Em outras palavras, temos um arcabouço conceitual para referenciar os estados mentais de modo mais ou menos sistemático. Nós dizemos que tal pessoa está triste, que tal pessoa está alegre, e assim por diante, segundo critérios mais ou menos conscientes. Boa parte da psicoterapia, inclusive, opera por meio desses conceitos ordinários sobre a vida psíquica. Uma boa explicação do que seria a "folk psychol…