Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2014

As Tendências Analíticas da Inteligência: Bergson, Kant e Wittgenstein.

O autor central para a reflexão é Bergson, pois se trata aqui de encontrar os mecanismos de superação dos quadros cognitivos. Contudo, para poder pensar o que se entende como inteligência na modernidade, Kant parece um ponto de partida central, além do que, como bem sabemos, desde a Crítica, o pensar sofreu reformas de atividade e passou a tomar novos planos de base. Wittgenstein, em nossa leitura, abordando o assunto a partir da linguagem, parece pessimista quanto a superação que Bergson propõe. Mas não devemos tomar conclusões apressadas. Veremos que nos três autores pontos de convergência e, ao mesmo tempo, divergências positivas formam conjunturas interessantes de reflexão.
As Tendências Analíticas da Inteligência
A inteligência, compreendida enquanto instrumento de análise, e portanto da ação (como será colocado adiante), está naturalmente voltada para os aspectos práticos da vida. Desta forma, Bergson tende a compreender a inteligência, ou o entendimento, como um instrumento pragm…